terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Sei lá... férias...






Não sei se é por ser céptica mas não acredito no Pai Natal. Não me lembro quando deixei de acreditar, mas foi antes, acho eu, de saber os rituais que até há bem pouco tempo se praticavam para celebrar a data. Crueldade atrás de crueldade que tudo quanto não fosse cristão era bobo da corte na celebração com memória pagã do solstício.

Também acho horrível que se embebedem perús contra a sua vontade. As bebedeiras, como qualquer outro acto, devem ser de livre vontade. Ainda bem que ninguém se lembrou de embebedar o bacalhau. Felizmente, para ele, já está morto. E felizmente que já não tenho que o cozinhar para mostrar o prato tipicamente português a pessoas que às vezes, nem sabiam onde ficava tal rectãngulo geográfico. Com um bocadinho de cultura, lá se chegava a parte escondida da Espanha.

Isto tudo para dizer que não gosto do Natal:

das boas vontades e generosidades sazonais;

da caridade encomendada na expiação dos pecedos próprios, ou tipo poupança reforma para investir na boa vontade do S. Pedro;

da alegria forçada em rever pessoas de quem ninguém se lembra mas a quem por obrigação se chama família, ou seja, do nosso sangue, como se o sangue transportasse células amorosas;

da histeria das compras obrigatórias;

dos Pais Natais de plástico a treparem delinquentemente pelas varandas e ainda menos dos que dançam com o rabinho a dar a dar, alimentados pelas pilhas Duracell (até os imagino a serem fechados no armário no dia de Reis e a lá continuarem a dança, às escuras, como se filme de terror claustrofóbico se tratasse, até ao Natal seguinte).

Não tiro férias nesta altura por causa do Natal, mas porque me apetece ficar na cama quando o frio é suposto começar a entranhar nos ossos e também porque durante alguns anos não tinha outro remédio senão bulir a triplicar. Assim durante alguns dias e, tirando algumas obrigações, posso ficar a flutuar com a ilusão que todos os relógios elouqueceram, ou seja construir o meu próprio tempo sem que o tempo me construa ou destrua a mim.





E para ouvir o som do silêncio. Ou a música do Inverno. Aqueles sons intimos que fogem do verão.

E para dar tempo livre ao trabalho a que o gosto recusa as horas fixas.

Sei lá se alguém nasceu para estar preso até morrer. Sei lá se haverá alguém que goste de estar submisso a despertadores. Sei lá quantas pessoas não sonham acordadas com a vida que não têm. Sei lá quantos têm a vida com que nunca sonharam. Sei lá...







Por tudo isto, permitam-me que vista outra roupa, que abra o cadeado, me levante e vá tomar um chá quente, ou outra coisa que me apeteça, à lareira, longe, lá para as bandas do que espero ser.

Até para o ano.

Se possível, respirem.

Fundo, de preferência.

17 comentários:

nnannarella disse...

Ó Deusas! Disseste uma das palavras dos asteriscos do capitão... ai ai. Estou muito cansada e ainda não me sinto em pausa. É só para dizer que espero que não vás para longe e a nossa família se junte para brindar ao menino Jesus.

Palhinhas e palhinhas!

Madame Maigret disse...

Ma chére amie, Jules remercie e retribue l'embrasse. _________ Também estamos de partida, para Alsace, vamos lá passar les Fêtes. ________ Não obstante uma vida sensaborona, je pense que oui, tenho uma mente jovem e aberta a festas e a companhias alegres!Comptez sur moi!Muito mais agora que me procuro e liberto! ___________ Nous vous desirons tants de felicités e muitas manhãs quentinhas e preguiçosas.je vous embrasse tendrement, mon amie. À l'année prochaine!

Madame Maigret disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Li ontem na Net!


" UMA GRANDE SENHORA DA DANÇA : C..... C....., alias N....M...."!


Também li que estás de parabéns:
"J....S...., alias E....W....G..."!



Quase chorei!


É bom conhecer-te!


E assim tão simples!







Boas férias

Beijo




P.

nnannarella disse...

Ó P... e se partilhasses isso que leste na net ?... Quiçá uma "palavra chave" para a busca ou uma palavrinha mágica para o email ?... Obrigada... Obrigada ... Obrigada ...

Emma Larbos disse...

Lizzie, que me lês em Janeiro, já depois de teres regressado do safari no Quénia, não sabia que na savana africana se podia ficar a dormir até às tantas. Também não sabia que o pacote turístico incluía uma noite na selva com lareira, perdão fogueira. Tem cuidado com os leões, que são muito perigosos. E os mosquitos também são um problema, espero que tenhas levado repelente de insectos. Estou cheia de inveja. Vou explicar à Nnanna que não poderás juntar-te à família e propor-lhe que, para o ano, façamos as três uma expedição à Amazónia.

Anónimo disse...

Tenho que pedir desculpa!!

Só pedindo para mostrar!

Será que ficam zangadas?


Hummmm, não sei!


Tenho vontade de mostrar a todo o mundo :)))))!!!







P.

Haddock disse...

nós... nós... nós...
isto... isto... isto... é um escândalo!!!
vamos ali ter um avc e já voltamos!!!

Haddock disse...

lizzie, vossa sorte e a nossa também foi terdes desancado outro asterisco, que por sua vez nos lembra um terceiro que ainda não mencionámos e que dá pelo nome de carnaval.
nas urgências, dissaram-nos que fora apenas um "ait" (nem percebemos...) e deram-nos guia de marcha às pressas, que queriam ir todos para o lanchinho do bolo rei.

mas nós que até nos estávamos a sentir confortavelmente enganados com o diagnóstico joelhal, tivemos um novo achaque quando lemos aqui em cima a senhora De larbos. Q*****?????????
aide!! agora é que entrevámos de vez!!!

e estamos com nnannarella: palavrinha-chave, por obséquio!!!

vénia (contrariada) e prontos...

divertide-vos!!

Emma Larbos disse...

Caro capitão, fazei o favor de nos fornecer a vossa lista de asteriscos, que não queremos ser responsáveis por vossa partida deste mundo. MAs não temos o dom da adivinhação e tendes de fazer o favor de nos esclarecer.
Alguns já sabemos:
- o 25 de Dezembro
- O país africano
- o Entrudo (assim pode dizer-se?)

Haveis, porém, de me esclarecer a razão do segundo. Os outros dois entendo muito bem. Mas a savana africana de belo pôr-do-sol ???

Haddock disse...

senhora De larbos,
gratos por vosso cuidado!! pois deixai que nos expliquemos.
q***** é superlativo de f*****!!! é que há asteriscos e asteriscos... de uns queremos distância, de outros ou por outros temos ambição...
somos uns infelizes é o que esde!

vénia...

esperamos, ao menos, que lizzie envie um postalzinho. e daí, é melhor não!!

a. disse...

_______________________________...







...tu sabes, minha Eli...


grata.




um abraço muito muito forte.

ana.

nnannarella disse...

camas e camas, sonos e sonos, bichinhos e bichinhos, livros e livros, quadros e quadros, bons ares e bons ares deles, meu Arcanjo :)

Anónimo disse...

Afinal Madrid!

Sempre Madrid!

Dor aguda no coração!




Bom 2008 pra ti!




Muitos beijos portugueses!




P.

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

nnannarella disse...

Ouvi a mensagem, meu Arcanjo. Já imaginava que irias ficar pelos flamencos. E como eu estava pelos corridinhos, tive de pôr o aparelho no silêncio, é claro. Afinal estiveste presente; estavas lá, no meu bolso e no meu coração.:)Horas Boas para ti, com ou sem fogo d'artifício, agora e para sempre! :)corridinhos e corridinhos deles!

Calunga disse...

Por favor como faço pra descobrir seu ser material humano. Porque seu interior já estou conhecendo conheço. Em toda fruta a casca é o que segura a carne.